O que é Carboxiterapia? 
A Carboxiterapia é a aplicação de injeções de gás carbônico sob a pele para eliminar marcas de celulite, estrias, gordura localizada e também para eliminar flacidez da pele. A aplicação funciona melhorando a circulação celular e a oxigenação dos tecidos. O único profissional capacitado para realizar a Carboxiterapia é o fisioterapeuta especialista em dermatofuncional que possui habilitação para realizar a técnica e curso de primeiros socorros para poder
socorrer o paciente, caso seja necessário.
O método não é invasivo e o CO2 atua diretamente na zona aplicada e afetada, ou seja, é eliminado rapidamente, quando o procedimento for realizado corretamente. Essa terapia tem o surgimento na estação de águas termais do Royat, localizado na França.
Na década de 50 um cardiologista aplicou a terapia em pacientes que sofriam diferentes enfermidades relacionadas à má circulação e acúmulo de gordura. Qualquer alteração nesses detalhes pode causar alguma reação indesejada. Indica-se a realização da drenagem após a Carbox para oxigenar a região.

O procedimento
Com uma agulha similar à utilizada para a injeção de insulina, o CO2 é aplicado sob a pele, ou seja, conectado à agulha está um aparelho que permite a velocidade regular em que o gás é aplicado, assim também, como a dose necessária e tempo de aplicação. Para concluir o procedimento faz-se drenagem ou massagem manual, que auxiliam na disseminação do gás pela área aplicada.
Geralmente o único efeito apontado é a dor durante o procedimento, que dentro de alguns minutos deve passar. Em sua maioria é indicado que o procedimento se repita por de duas a três sessões por semana, totalizando 18 a 20 sessões corporais com um tempo de 30 minutos por sessão.

O tratamento é dolorido?
Sim, meninas! Realmente este é um tratamento considerado dolorido, como a maioria dos procedimentos estéticos. Isso ocorre devido a entrada do gás sob a pele que proporciona um ligeiro descolamento dela, provocando dor. Por isso, recomenda-se iniciar as sessões com menos gás, para que a paciente vá se acostumando aos poucos com a técnica.

Quando é indicado?

Geralmente esse é um tratamento indicado para tratar celulites, estrias e gorduras localizadas. Nas celulites o gás, com auxílio da circulação, reduz o inchaço e provoca a queima de gordura. Nas estrias, preenche e alonga os tecidos da região e nas gorduras localizadas, com o auxílio da circulação sanguínea no local das injeções auxilia na queima das indesejadas gordurinhas. Mas ele também pode ser utilizado em tratamentos para flacidez, olheiras, cicatrizes, pós-operatório em cirurgias plásticas, pré-operatório de cirurgias plásticas e para aumento da vascularização no local.
Como qualquer procedimento, a Carboxiterapia tem suas contraindicações, que nesse caso podemos citar: pessoas com infecções, alergias ou doença ativa na região, grávidas, obesos, pessoas com doenças cardíacas ou pulmonar, câncer, distúrbios psicológicos ou doenças de pele.

Gostaram desse post? Então deixe seu comentário e continue acompanhando as nossas novidades.